sábado, 3 de agosto de 2013

Dicionário Saúde e Fisioterapia

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ


H

Habilidade 1. movimento refinado que requer coordenação, agilidade, equilíbrio, rapidez e velocidade; eficiência de realizar completamente uma tarefa; condição motora em que um indivíduo realiza um movimento refinado que precisa de coordenação, agilidade, equilíbrio, rapidez e velocidade. Também está associada à realização de uma determinada tarefa em toda a sua plenitude, com eficiência.
Habilidade motora movimento que depende de prática e de experiência para sua execução.
Habilidades de adaptação habilidades de um indivíduo se adaptar às situações da vida diária no desempenho das atividades gerais, como cuidados pessoais, estudos, trabalho, lazer, entre outros.
Haltere dispositivo para exercícios físicos consistente de duas barras metálicas cujas extremidades são formadas por duas esferas metálicas ou por discos metálicos (lastros) de diversos diâmetros e pesos, que podem ser adicionados ou subtraídos, regulando, assim, o peso total do dispositivo e, em consequência, o esforço necessário para manipulá-la.

Hálux rígido perda dolorosa de movimento da articulação metatarsofalângica do hálux, causada principalmente por artrose da articulação.
Hálux valgo deformidade da primeira articulação metatarsofalângica, onde a falange proximal se desvia lateralmente e causa crescente pressão e dor sobre a porção medial da articulação.
Hálux varo desvio do hálux em direção à margem medial do pé, encontrando-se assim separado dos outros dedos.
Hand-Schüller-Christian, Doença de transtorno que ocorre principalmente na infância, às vezes também observado em jovens, caracterizado por exoftalmia (uni- ou bilateral), diabetes insípido, e destruição óssea (especialmente do crânio), como massas tumorais de histiócitos carregados de colesterol; conhecida também com os nomes de doença de Schüller e síndrome de Schüller-Christian.
Hansen, Doença de hanseníase, antigamente chamada lepra, doença de baixa infectividade, causada pelo Mycobacterium leprae. Existem duas formas clínicas principais: a forma cutânea, caracterizada principalmente por placas insensíveis, e a forma mais grave, a nervosa ou virchowiana, caracterizada por provocar mutilações (perda de extremidades, deformidades faciais "fácies leonina" etc.
Hansen, Escala de sedação de tem variação de 0 a 6. Usada por anestesistas e cirurgiões.
Helioterapia tratamento das doenças pela exposição aos raios solares.
Hemangioendotelioma tumor derivado dos vasos sanguíneos e formado principalmente por massas de células endoteliais; também chamado hemangioendotelioma epitelial.
Hemangioma hepático desenvolvimento de um hemangioma no parênquima hepático.
Hemartrose sangramento dentro de uma articulação, geralmente devido a trauma grave; Uma das complicações mais dramáticas da hemofilia do tipo grave.
Hematemese vómito de sangue, que implica a existência de hemorragia no tubo digestivo, acima do ângulo duodenojejunal.
Hematoma formação de uma coleção de sangue numa cavidade anatómica ou numa fáscia decorrente ou de um traumatismo ou de defeito de um dos fatores de coagulação do sangue; quando o hematoma é espontâneo, pode indicar falta ou deficiência de um dos fatores de coagulação do sangue.
Hematoma epidural massa sanguínea extravascular localizada entre a dura e o crânio.
Hematoma intracerebral massa sanguínea extra-vascular localizada no íntimo do tecido cerebral, no local da lesão. Pode ser também um hematoma subdural.

Hematoma muscular hematoma que apareceu numa massa muscular ou em espaços que separam grupos musculares decorrente de uma agressão mecânica ou de distúrbios qualitativos ou quantitativos de um dos fatores da coagulação do sangue.
Hematoma subdural massa sanguínea extravascular localizada por debaixo da dura-máter.
Hematúria presença de sangue na urina, que pode ter sua origem nos rins, nos ureteres, na bexiga ou na uretra.
Hemianopsia homónima 1. impossibilidade de ver a metade do campo visual de um dos olhos, e a metade interna do campo visual do outro olho, produzindo uma incapacidade de percepção da informação da metade direita ou da metade esquerda do mesmo olho; 2. perda da visão na metade do campo visual, devido a um déficit neurológico central.
Hemibalismo movimentos súbitos, convulsivos, vigorosos, violentos, desordenados, de um dos lados do corpo.
Hemilaminectomia ressecção da metade de uma lâmina vertebral.
Hemiparesia paralisia parcial ou fraqueza muscular que atinge uma metade do corpo ou parte dela, em consequência de lesão dos centros nervosos ou das vias motoras do SNC.
Hemipelvectomia amputação de metade da pélvis e de todo o membro inferior.
Hemiplegia 1. paralisia total que atinge uma metade do corpo ou parte dela, em consequência de lesão dos centros nervosos ou das vias motoras do SNC; 2. tipo clínico de paralisia cerebral, em que metade do corpo é afetada, sendo o membro superior mais acometido.
Hemocitómetro dispositivo, atualmente computadorizado, destinado à contagem dos valores absolutos e relativos dos elementos figurados do sangue, como os eritrócitos, os leucócitos e os trombócitos.
Hemoptise expectoração sanguínea ou sanguinolenta, geralmente de cor vermelho-vivo, de origem subglótica; a expectoração de sangue ou secreção com estrias vermelhas geralmente é de origem de lesão orofaríngea, sobretudo gengival; quando o sangue é espumoso, denota lesão no parênquima pulmonar.
Hemorragia extravasamento de sangue para fora dos vasos ou do coração, que é sempre patológico, exceto durante a menstruação.
Hemorragia intracerebral (HI) ruptura de um dos vasos cerebrais, com subsequente sangramento para o cérebro.
Hemorragia puntiforme diminutas pintas ou pontos de hemorragias, também chamadas petéquias. São geralmente planas e representam uma manifestação de púrpura hemorrágica, relacionada com defeitos qualitativos ou quantitativos dos trombócitos.
Hemorragia subaracnóide (HS) ruptura de um dos vasos cerebrais, com subsequente sangramento para o espaço subaracnóide.
Hemossiderina um pigmento liberado da hemoglobina, devido à lise das hemácias.
Hemostasia estancamento de uma hemorragia pelos mecanismos naturais, que envolvem: a) aglutinação ou agrupamento de plaquetas; b) contração dos vasos sanguíneos lesados; c) formação de coágulo de fibrina (coágulo de sangue).
Hemotórax coleção ou efusão de sangue na cavidade pleural.
Hepatoblastoma tumor de parênquima hepático formado por células ou hepatócitos embrionários.
Hepatomegalia aumento do tamanho do fígado.



ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ


Sem comentários:

Publicar um comentário