sábado, 27 de setembro de 2014

Dicionário Saúde e Fisioterapia

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ


T



Tai Chi Chuan terapia alternativa, não convencional, reconhecida pela OMS, o Tai Chi Chuan é uma arte marcial chinesa, que visa vários pontos: equilíbrio espiritual, defesa pessoal, luta, terapia, e habilidade com armas.
Talalgia dor persistente do calcanhar ou tornozelo.
Talas dispositivos, formados por tiras rígidas ou semi-rígidas, utilizados em órteses para manter o alinhamento articular por um período de tempo.
Taquicardia frequência de pulso anormalmente rápida (elevada) aproximadamente acima dos 100 batimentos por minuto, em adultos.
Taquicinesia velocidade anormal dos movimentos voluntários.
Taquipnéia aumento da frequência respiratória, que é normalmente de mais ou menos 15 movimentos torácicos por minuto em adultos.


Tátil relativo ao sentido do tato.
Tecido adiposo tecido que reveste grande parte do corpo sob a forma de panículo adiposo, localizado geralmente abaixo da hipoderme; comumente, recebe o nome de panículo ou esteatoma, e tem como funções, além da deposição de gordura excessiva, proteger o corpo contra o frio. A distribuição das adiposidades pelo corpo é um dos caracteres sexuais secundários nos humanos.
Tecido contrátil unidade miotendinosa, ou seja: músculo, tendão e inserção tendoperiosteal; transmite a carga interna criada durante a contração de um músculo.
Tecido não-contrátil tecido inerte incapaz de contração; inclui a cápsula articular, ligamentos, fáscia, bolsa, nervos (periféricos e radiais), dura-máter, vasos sanguíneos, cartilagem articular e ossos; pode sofrer carga apenas pela tração ou pressão.
Técnica de expiração forçada (TEF) terapia de higiene brônquica. Uma ou mais expirações forçadas para mobilização da secreção.
Telangiectasia dilatação permanente de capilares, arteríolas ou vénulas, formando uma variedade de angioma.
Temperatura neutra retenção do calor corporal através do ato de enrolá-lo com panos, ou através de banhos neutros, produzindo uma inibição generalizada e um efeito calmante.
Tempo de condução diferença de tempo entre as latências distal e proximal num teste de velocidade de condução nervosa, ou seja, o tempo requerido para que um impulso se desloque entre os dois pontos de estimulação ao longo de um tronco nervoso, medido em milissegundos.
Tempo de contração tempo entre o início da força e o pico da força durante um abalo.
Tempo de reação (TR) intervalo entre a apresentação de um estímulo e o início do movimento.
Tendão robusto cordão ou faixa de tecido conjuntivo denso, de cor branca, que une um músculo a uma outra estrutura anatómica, transmitindo a esta a força exercida pelo músculo. Histologicamente, continua-se através do epimísio e perimísio do músculo e, quando ligado a um osso, também com o periósteo.
Tender points pontos de sensibilidade dolorosa à palpação localizados nos músculos e associados aos outros 28 pontos de dor da fibromialgia.
Tendinite cicatrização ou depósito de cálcio num tendão. Descreve qualquer lesão produtora de uma resposta inflamatória dentro da substância do tendão.
Tendinite calcificante envolvimento inflamatório de um tendão, associado a depósitos de cálcio; comumente, afeta os tendões supra-espinhoso e bíceps no ombro.
Tendinose degeneração intratendinosa devida à atrofia (envelhecimento, microtraumatismos, comprometi­mento vascular etc.).
Tenodese ligação cirúrgica de um tendão a um osso.
Tenotomia secção cirúrgica de um nervo; usada para reduzir a espasticidade.
Tenovaginite espessamento da bainha tendínea.
TENS estimulação elétrica nervosa transcutânea (EETC); em inglês, Transcutaneous Electrical Neuro Stimulation (TENS).
TENS convencional forma de estimulação por TENS que usa impulsos de alta frequência (50 a 100 Hz), breves larguras de pulso (20 a 60 ms) e baixas amplitudes.
TENS de baixa frequência forma de estimulação por TENS que usa impulsos de baixa frequência (1 a 4 Hz), e grandes larguras de pulso (150 a 250 ms).
Tensão força aplicada no sistema musculoesquelético a fim de tracionar, alongar e estreitar ossos, músculos e tendões, e descomprimir superfícies articulares; carga interna imposta por forças atuantes em direções opostas, resultando numa tendência para o alongamento ou num real alongamento das fibras componentes de um material.
Tensão específica força que um músculo pode exercer por unidade de área de secção transversa (N/cm2).


Tensão muscular estímulo causador de hipertrofia e aumento de força.
Tensão seletiva administração de testes específicos de uma maneira sistemática para determinar se o local da lesão é uma estrutura inerte (cápsula articular, ligamento, bursas, fáscia, dura-máter, ou bainhas durais ao redor das raízes nervosas), ou uma unidade contrátil (músculo com os seus tendões e inserções).
Teoria da redundância teoria sobre recuperação no sistema nervoso central (SNC) que se refere à capacidade do SNC em controlar a mesma função por diversas áreas neurais distintas.
Teoria das pontes transversas da contração muscular teoria que explica a força exercida durante uma contração muscular como sendo devida à ação das pontes transversas.
Teoria do deslizamento dos filamentos conceito que descreve o deslizamento dos miofilamentos grossos e finos entre si durante uma contração.
Terapêutica ramo da medicina que se ocupa do tratamento das doenças.
Terapia ayurvédica terapia alternativa, não-convencional, reconhecida pela OMS. Técnica de manipulação de tecidos miofasciais, empregue milenarmente dentro da tradicional medicina indiana, que hoje, também, faz parte dos recursos terapêuticos do fisioterapeuta. Atua no equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual. Massagem realizada com óleos vegetais associada à aromaterapia para tratamento de algias articulares e musculares, insónia e stresse, e que a longo prazo proporciona aumento da flexibilidade e auto-regulação postural, uma vez que a técnica envolve alongamentos que proporcionam o desbloqueio e equilíbrio global do indivíduo.

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ

Sem comentários:

Publicar um comentário