segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Dicionário Saúde e Fisioterapia

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ


L


Lobstein, Doença de quadro clínico de etiologia desconhecida, caracterizada pela fraqueza e plasticidade dos ossos, que podem facilmente sofrer fraturas.
Locomoção capacidade de mover-se pela marcha, deslocando-se de um lado para outro, assegurada por diferentes órgãos (esqueleto, articulações, músculos e nervos, principalmente dos membros inferiores, mas envolvendo o sistema músculo-esquelético na sua totalidade).
Lombalgia dor na região lombar da coluna vertebral.
Lombalgia crónica de origem discal dor na região lombar decorrente de degeneração crónica: espondilopatias, raquipatias, espondilólise etc.
Longevidade duração da vida de um organismo; característica genética das populações de cada espécie de organismos vivos que indica a duração média da vida desse grupo.

Lordose curvatura normal (fisiológica), encontrada nas regiões lombar e cervical, definida como concavidade posterior e convexidade anterior.
Lúdico que se relaciona com brinquedos e jogos, ou utiliza jogos.
Ludoterapia tratamento de pacientes com auxílio de brinquedos e jogos, incluindo jogos desportivos.
Ludwig, Angina de doença infecciosa grave, geralmente odontogénica, envolvendo os espaços submandibular, sublingual e submentual, com dor e edema, sempre localizado na linha média da região submentual; quando não tratada, pode evoluir para mediastinite e morte.
Lumbago dor na região lombar da coluna vertebral, que se manifesta subitamente, em geral depois de um esforço físico.
Lumbago agudo nome genérico que se dá a dores na região lombar.
Lúmen espaço interno de uma estrutura tubular, como um vaso sanguíneo ou o esófago.
Lumpectomia remoção cirúrgica de uma massa de tecido dura, especialmente do peito (técnica cirúrgica actual para o tratamento do cancro da mama).
Lúpus termo geral que se aplica a toda erupção sediada na face e disposta simetricamente sobre as asas nasais e maças do rosto; denota algumas das doenças que se manifestam por lesões cutâneas características. Existem algumas variantes clínicas:
Lúpus eritematoso discóide — doença restrita à pele caracterizada por erupção avermelhada em forma de asa de borboleta, descamativa, sobre o nariz e as maças do rosto; por vezes estende-se sobre o couro cabeludo, causando calvície.
Lúpus eritematoso sistémico (LES) — doença crónica de causa desconhecida, caracterizada normalmente por uma erupção eritematosa na face e em outras zonas expostas à luz; ocorre com muito mais frequência na mulher do que no homem, e mais frequentemente na terceira e quarta décadas de vida; afeta os tecidos conjuntivo e vascular de diversos órgãos, dando lugar a múltiplas manifestações locais e sistémicas; as anormalidades serológicas incluem o VDRL e anticorpos antinucleares falso-positivos, assim com a prova de células LE positiva; os anticorpos anti-DNA parecem ser específicos do LES.
Lúpus pérnio — lesões sarcóides nas mãos e na face, em especial nas orelhas e no nariz.
Lúpus vulgar— infecção cutânea causada pelo bacilo da tuberculose que provoca lesões nodulares de cor pardo-avermelhada, sobretudo na face.
Lúpus Eritematoso Neonatal (LEN) caracteriza-se por alterações cutâneas e/ou cardíacas; as alterações hematológicas ou hepáticas também podem estar presentes, embora mais raramente.
Luxação deslocação dos constituintes de uma articulação, com separação, ruptura ou estiramento dos elementos articulares não-ósseos e deslocamento das superfícies cartilaginosas e ósseas da articulação; pode ter por causa um traumatismo, um defeito congénito ou um processo patológico.

Luxação(ões) congénita(s) da anca condição de deslocamento da articulação da anca em decorrência de malformações congénitas; podem ser uni- ou bilaterais.
Luz visível radiação eletromagnética capaz de provocar uma sensação visual através do olho; energia radiante entre 380 e 760 nm, aproximadamente;
Luz infravermelha — produzida pelos raios infravermelhos.
Luz polarizada — luz cujas vibrações se acham num plano transverso ao raio, em vez de se situarem em todos os planos.
Luz refletida — a que continua o seu trajeto numa direção alterada depois de atingir uma superfície reflectora como um espelho.
Luz refratada — luz cuja direção original é alterada como resultado da passagem para um meio com densidade diferente.
Luz transmitida— luz que passa ou que tenha passado através de um meio transparente.




ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ


Sem comentários:

Publicar um comentário