quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Dicionário Saúde e Fisioterapia

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ


A


Aceleração angular medida da alteração da velocidade angular de um segmento corporal em relação ao tempo. A aceleração angular é usualmente medida por radianos por segundo ao quadrado (rad/s2).
-->
Aceleração do fluxo respiratório a velocidade do fluxo, durante uma inspiração, depende das propriedades da complacência pulmonar, dos músculos respiratórios e da resistência ao fluxo de ar. Os parâmetros de referência são: fluxo expiratório0 a 40 l/min; fluxo inspiratório — 4 a 120 l/min. A velocidade máxima do fluxo expiratório e a VEF1 (volume expirado no 1º segundo) fornecem medidas simples da velocidade expiratória máxima.
Num fluxo inspiratório, uma velocidade superior de fluxo é mais confortável, permitindo expirações mais prolongadas (fato importante para os pacientes com limitação de fluxo aéreo).
Para falar de inspiração, é importante salientar a relação I:E, que, durante uma inspiração espontânea normal, é de 1:1,5 a 1:2. Durante a ventilação mecânica, ela dependerá do volume corrente, da FR (frequência respiratória), do fluxo inspiratório e da pausa inspiratória.
Acelerina trata-se de uma globulina simples, insolúvel em água, solúvel em soluções salinas, e coagulável com o calor; encontra-se no sangue e no líquido cefalorraquidiano; as globulinas séricas humanas dividem-se em α, β e γ, de acordo com a mobilidade eletroforética de cada uma.
-->
Acelerómetro dispositivo usado para medir as acelerações vertical, ântero-posterior e medio-lateral dos segmentos do corpo.
Acenestesia perda da sensação normal da existência física.
Acérvula substância arenosa que se encontra na glândula pineal e próximo ao plexo coróide; composta principalmente por carbonato de cálcio.
Acervuloma tumor intracranial ou meningeoma que contém acérvula.
Acescência 1. acidez ligeira; 2. processo de acidificação.
Acetabular relacionado ou pertencente ao acetábulo.
Acetabulectomia excisão cirúrgica do acetábulo.
Acetábulo cavidade em forma de cúpula, na lateral da pélvis, onde a cabeça do fémur se articula com a mesma, formando a articulação da coxo-femoral.
Acetabuloplastia restauração cirúrgica da cavidade acetabular.
Acetaldeído líquido de odor acre, intermediário na fermentação por leveduras dos hidratos de carbono no metabolismo do álcool no homem.
Acetaminofen N-acetil-p-aminofenol; pó branco e cristalino que se utiliza para diminuir a dor e a febre
Acetilcisteína agente que se utiliza no tratamento de algumas afeções broncopulmonares para reduzir a viscosidade do muco.
Acetilcoenzima A produto da condensação da coenzima A e do ácido acético.
Acetilcolina 1 neurotransmissor existente na junção neuromuscular, entre outras; 2. nome químico dado ao transmissor químico do impulso nervoso numa sinapse; também libertado pelas terminações dos nervos parassimpáticos (nervos colinérgicos) submetidas a um estímulo; produz bradicardia, vasodilatação, aumento da atividade gastrointestinal e outros efeitos parassimpáticos; é hidrolisada e inativada pela enzima colinesterase; disponível como brometo de acetilcolina e cloreto de acetilcolina.
Acetilcolinesterase enzima encontrada na junção neuromuscular que serve para terminar a atividade do neurotransmissor acetilcolina.
Acetozolamida diurético que inibe a anidrase carbônica no rim, facilitando a perda de bicarbonato e de sódio; o efeito serve para produzir uma acidose leve e alcalinizar a urina.
Acinesia 1. impossibilidade ou dificuldade de executar certos movimentos; lentidão anormal de certos movimentos voluntários; 2. incapacidade de iniciar ou executar um movimento.
Acrocianose 1. cianose (cor azulada) das extremidades, devida a uma perturbação vasomotora; observada na catatonia, histeria; e outras perturbações, principalmente hemodinâmicas, das extremidades (partes acrais).
Acroestesia sensibilidade exagerada.
Acromegalia aumento anormal das dimensões de nariz, queixo, orelhas, mãos, pés, em relação ao resto do corpo. Quase sempre associada com um adenoma da hipófise.
Acrômio extremidade da espinha da omoplata, onde este osso se articula com a clavícula, formando a articulação acrómio-clavicular.
Actina a principal proteína dos filamentos finos, da fibra muscular.
Actina F actina fibrosa; um cordão de algumas centenas de moléculas de actina G.
Actina G molécula de actina globular.
Acupuntura A acupuntura é um dos recursos mais conhecidos da Medicina Tradicional Chinesa (MTC),Medicina Oriental, ou Medicina Chinesa. É um método natural de tratamento, independente da Medicina Ocidental, que faz uso da inserção de finas agulhas em pontos específicos do corpo, objetivando o desbloqueio e a circulação de Oi (energia vital), promovendo a harmonização e o fortalecimento dos órgãos, vísceras, e do corpo como um todo. Baseia-se nos princípios filosóficos do Tao, nas teorias dos cinco elementos (movimentos) da natureza, das energias Yin-Yang, e dos meridianos (canais de energia).
Adenosina trifosfato (ATP) — (Trifosfato de ade­nosina) composto altamente energético utilizado pelas células do corpo.
Aderência 1. condição em que tecidos diferentes do organismo se encontram unidos; 2. fixação entre dois órgãos ou duas superfícies que se encontram normalmente separadas; pode ser congênita ou secundária a um processo inflamatório.



ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ

Sem comentários:

Publicar um comentário