segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Exercícios para a reabilitação de doentes que sofreram um AVC


A Visual Health Information publicou uma série de newsletters sobre a reabilitação física após um AVC (veja aqui o Volume 2 e o Volume 3).  Nesta edição respondem à questão:

O treino da extremidade superior de forma bilateral melhora a sua função na reabilitação física após um AVC?

Para responder a esta questão, foi realizada uma pesquisa abrangente no banco de dados PubMed (durante Abril de 2009) por trabalhos que abordaram esta questão específica.
-->
Dos oito estudos analisados, dois compararam tarefas funcionais bilaterais da extremidade superior e um outro o treino isométrico no reforço unilateral. Três estudos utilizaram protocolos combinados de ambos acoplando estimulação elétrica ou biofeedback, e um outro examinou o treino bilateral com movimentos rítmicos. O último estudo foi uma revisão sistemática e meta-análise.

-->
Na maioria dos protocolos analisados, após o treino, o desempenho motor apresentou melhorias nos grupos de treino bilateral comparativamente aos grupos de controlo. Na análise do movimento, medidas como o tempo de aceleração-desaceleração, tempo de reação e controlo de estabilidade, melhoraram com alguns dos protocolos utilizados, enquanto a atividade eletromiográfica média não apresentou melhoria em outros. A meta-análise analisada indica que o treino bilateral por si só ou em combinação com formas de feedback sensorial foi eficaz na melhoria da função do membro superior afetado.

Com base nesta análise, pode concluir-se que a inclusão de exercícios bilaterais melhora os resultados da reabilitação em pessoas com hemiparesia. Com base nas recomendações dos artigos revistos, a VHI selecionou os seguintes exercícios:

Estenda uma toalha sobre a mesa e dois objectos à frente da toalha, ambos à mesma distancia de si. Coloque os antebraços sobre a toalha e tente alcançar os objectos com ambas as mãos.


Sentado com um rectângulo tubular à frente, tente puxar o caixilho para si e empurrá-lo de forma simétrica. 



Esta newsletter mensal está disponível de forma gratuita no site Visual Health Information.

Veja este e outros sites de prescrição de exercícios terapêuticos Aqui!

Morris JH, van Wijck F, Joice S, Ogston SA, Cole I, MacWalter RS. A comparison of bilateral and unilateral upper-limb task training in early poststroke rehabilitation: A randomized controlled trial. Arch Phys Med Rehabil. 2008; 89(7):1237-1245.

Summers JJ, Kagerer FA, Garry MI, Hiraga CY, Loftus A, Cauraugh JH. Bilateral and unilateral movement training on upper limb function in chronic stroke patients: A TMS study. J Neurol Sci. 2007; 252(1):76-82.

Stewart KC, Cauraugh JH, Summers JJ. Bilateral movement training and stroke rehabilitation: A systematic review and meta-analysis. J Neurol Sci. 2006; 244(1-2):89-95.

Cauraugh JH, Kim SB, Duley A. Coupled bilateral movements and active neuromuscular stimulation: Intralimb transfer evidence during bimanual aiming. Neurosci Lett. 2005; 382(1-2):39-44.

Stinear JW, Byblow WD. Rhythmic bilateral movement training modulates corticomotor excitability and enhances upper limb motricity poststroke: A pilot study. J Clin Neurophysiol. 2004; 21(2):124-131.

Luft AR, McCombe-Waller S, Whitall J, Forrester LW, Macko R, Sorkin JD, Schultz JB, Goldberg AP,Hanley DF. Repetitive bilateral arm training and motor cortex activation in chronic stroke: A randomized controlled trial. JAMA. 2004; 292(15):1853-1861.

Cauraugh JH, Kim S. Two coupled motor recovery protocols are better than one: Electromyogram-triggered neuromuscular stimulation and bilateral movements. Stroke. 2002; 33(6):1589-1594.

Mudie MH, Matyas TA. Responses of the densely hemiplegic upper extremity to bilateral training. Neurorehabil Neural Repair. 2001; 15(2):129-140.

Sem comentários:

Enviar um comentário