quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Dicionário Saúde e Fisioterapia

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ



A


Antropometria conjunto de técnicas de mensuração do corpo humano.
Aparelhos ortopédicos aparelhos, como muletas e cadeira de rodas, que auxiliam pessoas com incapacidades físicas.
Apgar, índice de sistema de avaliação dos recém-nascidos, usando critérios respiratórios, circulatórios e neurológicos, e que permite notas de zero a dez.
Ápice ponto mais alto. O ápice é o ponto mais alto na convexidade de uma curva, como no pulmão.
Aplasia incapacidade de um órgão ou tecido se desenvolver normalmente.
-->
Apneia obstrutiva do sono síndrome caracterizada por episódios de diminuição e/ou ausência de fluxo aéreo durante o sono, ocasionando dessaturação de oxigénio durante o sono.
Apófise parte saliente de um osso.
Apófise articular saliência ou eminência óssea pela qual um osso se articula com um osso vizinho.
Aponeurose qualquer fáscia profunda, densa e espessa que envolve, cobre ou constitui a inserção de um músculo.
-->
Aponeurose plantar (Fáscia plantar) faixas de fáscias que se originam na tuberosidade medial do calcâneo, projectando-se ao longo da sola do pé, indo até próximo das cabeças dos metatarsos.
Aponevrectomia excisão parcial ou total de uma aponevrose.
Apraxia 1. distúrbio do movimento voluntário aprendido, caracterizado por uma incapacidade de efetuar movimentos propositados, que não pode ser responsabilizada por força inadequada, perda da coordenação, sensação reduzida, deficiências de atenção, ou falta de compreensão; 2. perda da capacidade de movimentos coordenados.
Aprendizagem processo pelo qual a experiência provoca mudança permanente no conhecimento ou no comportamento.
Aprendizagem motora conjunto de processos associados à prática ou a experiências, levando a uma alteração relativamente permanente no comportamento motor.
Aquiles, tendão-de- tendão volumoso na parte distal do músculo tríceps da perna, que se insere na face posterior do calcâneo. (Aquiles, herói grego que foi mortalmente atingido no calcanhar por uma flecha envenenada.).
Aracnodactilia malformação congênita e hereditária consistindo em um comprimento excessivo dos dedos e artelhos, com fineza das falanges e atrofia muscular. As mãos e os pés têm um aspeto de patas de aranha.
ARE área de radiação efetiva.
Área de tratamento área anatómica ou funcional que é objeto de qualquer tipo de atenção terapêutica ou de reabilitação.
Área motora suplementar componente do córtex sensoriomotor que é anterior ao sulco central; entre as áreas 4 e 8 na superfície medial.
Áreas associativas 1. áreas do córtex cerebral que se limitam com (e estão conectadas às) áreas somestésicas primárias; analisam e sintetizam sensações isoladas aferentes em um todo, de modo que possam ser percebidas as exibições ambientais complexas (e que sofrerão alguma ação).
Argila quente recurso utilizado para aquecimento de uma extremidade ou superfície com a utilização de uma quantidade de argila aquecida que pode ser ou espalhada em uma superfície ou colocada em um recipiente, dentro do qual é colocada a parte anatómica objeto do tratamento.
Arquear deformação em torno de um eixo perpendicular ao eixo longitudinal de um material, causada pela imposição de uma carga ao longo da extensão de um tecido; resulta numa carga de tensão sobre a superfície convexa e numa carga de compressão sobre a côncava.
Arquitetura muscular forma do músculo que inclui fatores como comprimento, área de secção transversa, angulação das fibras, e pontos de inserção no esqueleto.
Arritmia ou Disritmia 1. perda (ou uma irregularidade) do ritmo cardíaco normal; 2. incapacidade de manter atividade elétrica própria de forma sincronizada e regular.
Arteriola menor ramo arterial do sistema vascular.
Arteriosclerose 1. termo geral usado na identificação de uma série de distúrbios que fazem com que as paredes arteriais fiquem espessadas e percam a elasticidade; comumente denominada "endurecimento das artérias"; 2. espessamento, endurecimento e perda da elasticidade da parede arterial em consequência de alterações proliferativas ou degenerativas.
Arteriosclerose obliterante (AEO) Ver Doença vascular arterioesclerótica.
Articulação junção entre dois ou mais ossos ou cartilagens, independentemente do grau de movimento permitido por essa união.
Artralgia dor em uma articulação.
Artrite inflamação de uma articulação. Pode ser aguda ou crónica, consecutiva a traumatismo ou devida a processo patológico, infecioso ou não.
Artrite de Lyme distúrbio inflamatório sistémico epidémico, caracterizado por episódios e envolvimento dos sistemas cardíaco e nervoso, devido a uma picada de carrapato.
Artrite reumatoide doença articular crónica, frequentemente sistémica; caracterizada por inflamação da membrana sinovial, com períodos de exacerbação e remissão.
Artrite reumatoide juvenil (ARJ) termo utilizado para definir uma doença, ou talvez um grupo de doenças caracterizadas pela presença de artrite crónica, que pode estar associada a um certo número de manifestações extra-articulares. A sinovíte da ARJ, durando meses ou anos, pode resultar em destruição de superfícies articulares, ligamentos e tendões, levando a deformidades como subluxações, fusões ou destruições articulares.


Anterior   |   Seguinte

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ



Sem comentários:

Publicar um comentário