sexta-feira, 5 de abril de 2013

Teste de Ober e Ober modificado

Descrição
O teste de Ober é utilizado para avaliar se existe contratura ou inflamação do tensor da fáscia lata e banda iliotibial.
-->
Técnica
Existem duas variantes do teste:
Teste de Ober: O paciente encontra-se deitado sobre o lado não envolvido com a anca e joelhos fletidos a 90º. O examinador coloca o joelho superior num ângulo de 5º de flexão, e pega no membro inferior trazendo-o para extensão e abdução da anca, então, permite que a força da gravidade atue sobre o membro trazendo-o o máximo possível para adução.
Teste de Ober modificado: O mesmo que o anterior, no entanto a anca fica na posição neutra e o joelho a 0º de flexão.
Se houver lesão da banda iliotibial, a anca estará limitada no movimento de adução e/ou o paciente sentirá dor na face lateral do joelho, neste caso, o teste é considerado positivo.

-->
Precisão do teste
Num estudo realizado por Reese e col. a fiabilidade foi 0,90 e 0,91, no teste de Ober e Ober modificado  respectivamente, para lesões na banda iliotibial.



Nancy B. Reese, William D. Bandy. Use of an Inclinometer to Measure Flexibility of the Iliotibial Band Using the Ober Test and the Modified Ober Test: Differences in Magnitude and Reliability of Measurements. J Orthop Sports Phys Ther 2003; 33:326-330

Wang T-G, Jan M-H, Lin K-H, Wang H-K. Assessment of stretching of the iliotibial tract with Ober and modified Ober tests: an ultrasonographic study. Archives of physical medicine and rehabilitation 2006;87:1407-11.



Outros testes para a articulação coxofemural




Sem comentários:

Publicar um comentário