segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Asma brônquica


A asma é uma condição que afecta as vias aéreas menores (bronquíolos) dos pulmões. Em determinados momentos as vias aéreas contraem-se (estreitam-se) em pessoas que têm asma. Isso faz com que os sintomas típicos surjam. A extensão do estreitamento, e quanto tempo dura cada episódio, pode variar muito.
A asma pode começar em qualquer idade, mas mais comummente começa na infância. Pelo menos 1 em 10 crianças, e 1 em cada 20 adultos, têm asma. A asma é frequentemente transmitida ao longo de gerações, no entanto, muitas pessoas com asma não têm outros membros da família afectados.
A asma é causada pela inflamação nas vias aéreas. Ainda não se sabendo ao certo a causa dessa inflamação. A inflamação irrita os músculos ao redor das vias aéreas, e faz com que de dê uma contracção involuntária (constrição das vias aéreas). Em consequência disto, é mais difícil para o ar a entrar e sair dos pulmões, o que leva a pieira e falta de ar. A inflamação também provoca um aumento da produção do muco que reveste as vias aéreas, aumentando a constrição e provocando tosse e maior obstrução ao fluxo de ar.
-->

Sinais e sintomas/ Diagnóstico

  • Tosse e chiadeira.
  • Também pode ficar ofegante, e desenvolver uma sensação de aperto no peito.

Os sintomas podem variar de leve a grave entre pessoas diferentes e em momentos diferentes na mesma pessoa. Cada episódio de sintomas podem durar apenas uma hora, ou persistir por dias ou semanas se não forem tratados.

Quais são os sintomas típicos da asma leve não tratada?

Ocasionalmente você tende a desenvolver sintomas leves. Por exemplo, pode desenvolver uma chiadeira e tosse leve quando apanha uma constipação ou uma infecção no peito, durante a época da primavera, ou quando se exercita. Uma criança com asma leve pode ter uma tosse irritante a cada noite, mas muitas vezes passa bem durante o dia.

Quais são os sintomas típicos de asma moderada não tratada?

Costuma ter episódios de chiadeira e tosse de vez em quando. Por vezes, fica ofegante. Tende a assoar-se algumas vezes por dia, na maioria dos dias. Os sintomas são frequentemente piores à noite, ou a primeira hora na manhã. Pode acordar algumas noites ou tossir com sensação de peito apertado. As crianças pequenas podem não ter sintomas típicos. Pode ser difícil dizer a diferença entre asma e infecções respiratórias recorrentes em crianças pequenas.

Quais são os sintomas típicos de um ataque severo de asma?

Vai ficar muito ofegante, com a sensação de aperto no peito, e dificuldade em respirar. Pode achar que é difícil falar de tão sem fôlego que está. Ocasionalmente, os sintomas desenvolvem-se de repente em pessoas que normalmente só têm sintomas leves.

Os sintomas de asma podem ocorrer ou agravar-se em presença de:

  • Exercício físico;
  • Infecção viral;
  • Animais com pêlo ou penas;
  • Exposição prolongada aos ácaros do pó doméstico (existentes principalmente em colchões, almofadas e carpetes);
  • Fumo, principalmente de tabaco e lenha;
  • Pólen, sobretudo na Primavera;
  • Emoções fortes, principalmente quando desencadeiam o riso ou choro;
  • Produtos químicos inaláveis;
  • Fármacos, principalmente ácido acetilsalicílico e beta-bloqueantes.

Como é feito o diagnóstico da asma?

O diagnóstico da asma tem por base a história clínica do paciente, para determinar a presença de sintomas e as suas características, relacionados com exposições a factores de agressão. Um exame específico para determinar sinais de obstrução brônquica é normalmente realizado. A avaliação funcional respiratória é necessária para comprovação de obstrução brônquica, da presença de hiperreactividade brônquica e de limitação variável do fluxo aéreo.
-->

Tratamento

Para a maioria das pessoas com asma, os sintomas podem ser evitados na maioria das vezes com o tratamento.

Inaladores

A maioria das pessoas com asma é tratada com inaladores. Os inaladores introduzem uma pequena dose de medicação directamente nas vias aéreas. A dose é suficiente para tratar as vias aéreas, e a quantidade que entra no resto do seu corpo é pequena, pelo que os efeitos colaterais são improváveis. Existem vários dispositivos inalatórios feitos por empresas diferentes. Um médico ou fisioterapeuta poderão indicar qual o melhor para si.
Medicamentos administrados através de inaladores podem ser utilizados em ataques de asma, utilizados de forma preventiva ou serem broncodilatadores de longa duração:
Um doente com asma moderada a greve anda geralmente com um inalador para o caso de ter um ataque de asma. Estes broncodilatadores de acção rápida, como o salbutamol e a terbutalina, relaxam os músculos das vias respiratórias. Se só tiver sintomas de vez em quando, então o uso ocasional de um inalador deste tipo pode ser tudo que você precisa. No entanto, se precisa de um inalador deste tipo três vezes por semana ou mais para aliviar os sintomas, um inalador preventivo é geralmente recomendado.
Um inalador preventivo é tomado diariamente para impedir que os sintomas se desenvolvam. O fármaco comummente usado é um corticosteróide. Existem várias marcas. Demora cerca de 7-14 dias para o corticosteróide de um inalador preventivo faça o seu efeito. Por isso, não vai dar qualquer alívio imediato dos sintomas. No entanto, após uma semana ou mais de tratamento, os sintomas muitas vezes desaparecem, ou são muito reduzidos. Pode levar até seis semanas para o máximo benefício. Você deve então continuar com o inalador preventivo todos os dias, mesmo quando os sintomas tenham desaparecido, para impedir que os sintomas voltem.
Os broncodilatadores de acção prolongada podem ser aconselhados, além de um inalador preventivo, nos casos de asma mais graves.
A medicação nestes inaladores funciona de forma semelhante à dos inaladores próprios para os ataques de asma, no entanto actuam até 12 horas depois de tomar cada dose. Eles incluem salmeterol e formoterol.
Comprimidos para abrir as vias aéreas
A maioria das pessoas não precisa de comprimidos, pois os inaladores geralmente funcionam bem. No entanto, um curso curto (cerca de uma semana) de comprimidos de coticosteróides (como a prednisolona) é por vezes necessária para aliviar um ataque grave ou prolongado da asma.
-->

Exercícios terapêuticos para a asma brônquica

Os seguintes exercícios poderão ser prescritos durante o tratamento da asma brônquica, dependendo da fase evolutiva em que o paciente se encontra. Deverão ser realizados 2 a 3 vezes por dia e apenas na condição de não causarem ou aumentarem os sintomas.




Fortalecimento dos músculos expiratórios
De joelhos, com ambas as mãos apoiadas na bola. Faça pressão contra a bola, baixando os ombros e projectando-os para a frente. Mantendo a pressão, rode a bola à frente enquanto deita todo o ar fora. Retorne lentamente à posição inicial enchendo lentamente o peito de ar.
Repita entre 15 a 30 vezes, desde que não desperte nenhum sintoma.





Flexão/extensão da coluna vertebral
De joelhos, apoiado nas palmas das mãos, que estão alinhadas com os ombros. Inspire fundo, enquanto deixa a coluna arquear em direcção ao chão e roda a cabeça para a frente. Expire completamente, enquanto contrai os abdominais e enrola a coluna e pescoço.
Repita entre 8 a 12 vezes, desde que não desperte nenhum sintoma.






Expansão da região torácica
Em pé, segure um bastão com os braços esticados acima da cabeça. Ao mesmo tempo que enche o peito de ar incline ambos os braços para o lado. Deite o ar fora lentamente enquanto retorna à posição inicial. Repita o mesmo gesto para o outro lado.
Repita entre 15 e 30 vezes, desde que não desperte nenhum sintoma.



Antes de iniciar estes exercícios você deve sempre aconselhar-se com o seu fisioterapeuta.



Sem comentários:

Publicar um comentário